Blog – O que eu fiz de 2012 até 2017?

O tempo, ao contrário de nós, só sabe andar para frente. Dizem que tudo muda, mas o tempo não muda. Obstinado, ele avança, muitas vezes em passos tão largos que ficamos com a impressão de que ele foge de nós. O tempo é imutável, e não importam esperneios, chororô, danças tribais ou recitar a Sequência de Fibonacci de trás para frente – o presente se tornará passado, o futuro se tornará presente, infalivelmente.

Quando me dei conta do tempo que perdi com pessoas e experiências que outrora faziam tanto sentido, quando me dei conta que negligenciamos tanto o hoje, me dei conta também que, muitas vezes, nossas atitudes vão de encontro com a Lei do Tempo, soando como uma afronta a Cronos. Esqueça a Legião Urbana por um instante e entenda que, ao contrário que a música tenta nos ensinar, “não temos todo o tempo do mundo” para a maioria das coisas.

Aos 38 – sim, sou do tempo que se usava Bombril na antena – me vi numa insana corrida contra o tempo, e posso dizer que encontrei, mesmo que sem querer, a tal realização profissional de que todos almejam. Sim, pois realização profissional é, para mim, tudo que te gratifica quando essa foi exercida com garra, luta , empenho e o mais importante, paixão. Aprendi algo sobre meu “eu” que eu não sabia, que é o orgulho de quando recebo uma crítica positiva por algo que fiz, quando encontro num aluno, num pai de aluno, num colega de trabalho ou num dirigente escolar um RECONHECIMENTO. Então acho correto dizer que, para se observar em si uma realização profissional, devemos fazer as escolhas certas diariamente e, infelizmente, ignorar certos confortos da vida pessoal de que pouquíssimos abrem mão.

Sou a personificação de que a realização profissional nem sempre é atrelada ao sucesso financeiro, afinal de contas, a escolha pela profissão de professor nem sempre é a acertada para tal objetivo, mas encontrei nessa profissão um ganho enorme no que venho fazendo, que é AJUDAR aquele que busca aprender algo com o que eu produzo. O aluno sente a necessidade de aprender e lê com voracidade aquilo que eu escrevi e que eu calculei e o fazem com a mesma paixão que eu tinha ao fazê-lo na minha 6ª série com o auxílio do então professor João, fazendo uso de um livro do Manoel Jairo Bezerra. Não encontrei objeto de desejo maior em minha vida profissional que essa admiração das pessoas pelo que eu tento fazer. A esses, minha gratidão eterna.

Aqui vai uma pequena lista do que venho fazendo nos últimos anos e o que pretendo fazer em 2017/2018. Aqui deixo de fora inúmeras provas resolvidas, folhas para aulões e pequenos e incontáveis documentos:

Bom, em 2017 eu quero descansar e ler Mario Puzo, jogar Red Dead Redemption e Star Wars Battlefront e, quem sabe, VIAJAR um pouco e curtir um cinema com uma maior frequência.

Mas ainda assim pretendo voltar a gravar aulas (como esta acima) com minha nova mesa digitalizadora e associar as gravações, então disponíveis no Youtube, às explicações presentes nas apostilas Equacionando. Isso vai coroar de vez um trabalho totalmente atual, voltado ao E-Learning, ao EAD, pois os alunos terão minha explicação em tempo integral e quando a mesma for necessário, bastando para isso ter em suas mãos um smartphone ou um tablet, e vai por mim, isso eles têm.

Escrever acaba sendo uma forma íntima de externar, de colocar o preto no branco aquilo que pensamos, uma forma menos íntima de meditação, mas para muitos, até mais eficaz. Enfim, a lição que tirei dessa minha pequena volta ao passado, é que só porque você levou mais tempo que os outros, não significa que você falhou.

Saudações Pitagóricas, Feliz Natal e um 2017 cheio de paz!

tamanho-rodape-de-post

Anúncios

Um comentário em “Blog – O que eu fiz de 2012 até 2017?

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: